Cirurgia reparadora após bariátrica: meu plano de saúde tem a obrigação de autorizar o procedimento?

A cirurgia bariátrica é uma das soluções mais procuradas para pacientes que desejam emagrecer após tentativas mal sucedidas para perda de peso, principalmente para pacientes com obesidade mórbida, quando o Índice de Massa Corporal, o IMC, é superior a 40. Mas quais são as recomendações após o procedimento?

Passada a adaptação do corpo com a bariátrica, o recomendável é a cirurgia plástica reparadora, também conhecida como dermolipectomia, para a remoção da pele em excesso (no abdômen, torso, coxas, braços e seios).  O procedimento é autorizado pela Agência Nacional de Saúde, a ANS.

Muitos pacientes tem dúvidas sobre como solicitar o procedimento ao plano de saúde. Para auxiliar nessa necessidade, a Sinhorini Advogados orienta sobre seus direitos referentes ao pagamento da cirurgia reparadora pós-bariátrica pelo plano de saúde: “somos entusiasmados pela oportunidade de exercer a advocacia em prol da dignidade humana e cooperar com a sociedade na busca pelos seus direitos. Acreditamos estar nesta atividade, um dos mais puros sentidos da Justiça e amor à profissão.” diz Vanessa Sinhorini, advogada e especialista em Direito e Saúde da Sinhorini Advogados.

Com o crescimento no número de procedimentos, foram 105.642 mil cirurgias no ano de 2017 no país, ou seja, 5,6% a mais do que em 2016, quando 100 mil pessoas fizeram o procedimento no setor privado. No SUS foram 10.064 mil procedimentos em 2017, cerca de 10% do total. Com a demanda aumenta, também, a procura pela cirurgia reparadora. Na contra mão, os planos de saúde constantemente negam a cobertura para tais cirurgias, argumentando que se trata de intervenção com finalidade estética e que não há previsão no rol de procedimentos obrigatórios estipulado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS. Tal conduta dos convênios é ilegal e fere direitos básicos do consumidor, com entendimento favorável no Superior Tribunal de Justiça.

O paciente que desejar realizar o procedimento através do plano de saúde deverá obter uma comprovação da natureza do procedimento. Tal comprovação é realizada através de relatório médico, por escrito, que recomende a cirurgia plástica reparadora. Se, apesar da comprovação, o plano de saúde ainda mantiver a negativa, é possível ingressar com ação judicial, a fim de solicitar a concessão da cirurgia custeada pelo plano, bem como requerer possíveis indenizações materiais (caso o procedimento cirúrgico já tenha sido realizado) e morais.

Dra. Vanessa Sinhorini
Dra. Vanessa Sinhorini

 

 

 

 

 

Sinhorini Advogados: São Paulo (11) 2348-5127 | Campinas (19 ) 3231-5650 |
www.sinhoriniadvogados.com.br
Facebook: Sinhorini Advogados

Saiba como desenvolver a inteligência emocional das crianças

Você sabe o que é coaching para cimagem_release_1455626rianças e adolescentes? É a mais inovadora e poderosa ferramenta para o desenvolvimento infantil, trabalha a inteligência emocional e os talentos individuais.

O Coaching é um processo que cada vez ganha mais espaço no Brasil, nos últimos 15 anos ele vem sendo utilizado por pessoas, profissionais e organizações que desejam conquistar resultados assertivos, em diferentes aspectos e contextos. Trata-se da melhor e mais eficaz metodologia de desenvolvimento e capacitação humana existente na atualidade.

Ele pode e deve ser aplicado em qualquer âmbito da vida humana e, entre os nichos nos quais a metodologia atua, podemos destacar o Coaching Pessoal, Coaching Profissional, Coaching Nutricional, Coaching Financeiro, entre muitos outros. Nesse sentido, há ainda, uma nova modalidade de Coaching que vem conquistando cada vez mais adeptos: o Coaching para crianças.

As crianças se diferem umas das outras e estão em constante desenvolvimento, por conta disso, algumas delas podem precisar de acompanhamento profissional e uma maior dedicação dos pais.  Mas afinal, como auxiliar a criança na construção da sua autonomia e autoestima? Como fazer com que ela tenha controle emocional? Como promover um diálogo que estimule seu desenvolvimento nessa fase tão importante da sua vida? É justamente essa a proposta do Coaching para crianças.

imagem_release_1455634

O processo não possui como objetivo, estimular problemas e aspectos da vida adulta e nem ocupar o papel dos pais. A metodologia visa, através de técnicas e ferramentas específicas e abordagem adequada, provocar questionamentos na criança, ajudá-la a encontrar novas soluções e assumir responsabilidades de acordo com a sua idade.

Assim, o Coaching para crianças é um processo altamente eficaz para auxiliar e contribuir com o desenvolvimento infantil, pois conecta a criança com suas emoções, a ajuda a se expressar melhor e interagir socialmente, aprimora seus talentos e a ampara quanto a futuros desafios. Além disso, a pratica altera comportamentos negativos e inadequados — como timidez excessiva, ansiedade, teimosia, carência, apatia, desinteresse, preguiça, agressividade, medo, insegurança, rebeldia e déficit de atenção e até depressão. O método também é eficaz em momentos de mudança ou em situações em que a criança precisa de foco, como nos estudos ou competições esportivas, contribuindo com o seu processo de descobertas.

imagem_release_1455630

Como é elaborado o processo de Coaching para Crianças?

Por se tratar de um processo com crianças, alguns aspectos se diferem do método aplicado à adultos. A primeira questão a ser considerada é a idade da criança. Seu desenvolvimento é dividido em quatro fases, segundo a Master Coach Aline Salvi e todas têm a sua devida importância.

“Fase um, do nascimento aos 2 anos: nesse período, a criança não possui linguagem e ações lógicas; Fase dois, de 2 anos a 6 anos: caracteriza-se pela fase do desenvolvimento, é marcada pelo início do pensamento com linguagem através de jogos, imitação e imagem mental. Aqui, a criança entra em contato com regras e valores e passa a ter noção do que é certo e errado; Fase três; de 7 anos a 11 anos: a criança começa a ver lógica nas coisas, adquiri conhecimento, age com inteligência operacional e tem noção de espaço e tempo; E por fim a quarta fase, de 11 a 12 anos: nessa fase, a criança realiza ações com base em hipóteses e deduções, não somente de forma objetiva.”

Portanto, o processo de Coaching pode ocorrer através de orientações aos pais de crianças a partir de 2 anos, já para o método formal, através de sessões estruturadas, o ideal é que a criança tenha a partir de 6 anos de idade, dessa forma, ela já entende alguns comandos e sabe expor o que está sentindo, ainda que seja através de desenho ou reações diante de uma ação do Coach. Todo cuidado é tomado para que o profissional não assuma em momento algum o papel dos pais e/ou dos tutores, pois o objetivo é preparar essa criança para um relacionamento mais saudável com os pais, familiares e com o mundo de forma geral.

Por isso, a primeira etapa do Coaching para crianças é a autorização e entrevista com os pais, que apontam como é o comportamento e a personalidade da criança, bem como os aspectos que eles desejam aprimorar no filho. A partir daí,a segunda etapa é iniciar o processo, aplicado técnicas por meio de diálogos, dinâmicas, brincadeiras com massinha de modelar, pintura e teatro e vivências em grupo, tudo com foco no desenvolvimento e aprimoramento de aspectos como raciocínio, memória, imaginação, criatividade, emoção e interação.

O Coach também deve compreender o ritmo da criança e realizar todo o processo com linguagem adequada à cada idade. Em geral, o “eu” interno das crianças é conectado genuinamente de modo lúdico, cativante e divertido, promovendo o desenvolvimento e sociabilidade de forma saudável e feliz. Se necessário, os pais devem acompanhar as sessões e participar do andamento de todo o processo.

Os Benefícios do Coaching para crianças são inúmeros e diante de tantos benefícios, nota-se que o Coaching para crianças, pode ser benéfico para toda a vida dessa criança, indo da fase da adolescência até a fase adulta. Todos ao redor irão usufruir (os pais, familiares, professores, tutores e amigos) dos resultados e ganhos comportamentais com o processo.

Acompanhe o trabalho de Aline Salvi Coach:

Instagram: @alinesalvicoach
Facebook: Aline Salvi Coach 
Youtube: Aline Salvi Coach