WGP Kickboxing chega a marca de 50 edições com card especial e três títulos em jogo

Evento acontece no dia 27 de outubro, em São Bernardo do Campo (SP) e coloca cinturões dos leves, meio-médios e cruzadores em disputa; Bruno Gazani e Robson Minotinho encabeçam card.

Fotos em anexo – Crédito: Divulgação/WGP

O mês de outubro promete ficar marcado na história do WGP Kickboxing. O maior evento do esporte na América Latina chega a marca de 50 edições realizadas com um show para lá de especial no próximo dia 27 de outubro, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Para isso a organização tratou de montar um card estelar, com três disputas de título. Na luta principal Bruno Gazani, campeão dos meio-médios (até 71,8kg), põe cinturão em jogo contra Robson Minotinho. Nos leves (até 60kg) Hector Santiago também defende seu título diante de Diego Piovesan, vencedor do último Challenger GP. Já pelos cruzadores (até 85,1kg) Cesinha Almeida e o argentino Lucas Alsina disputam o título vago após Alex Pereira abrir mão do cinturão em virtude de seu contrato de campeão do Glory Kickboxing, maior evento da modalidade no mundo. O card conta ainda com um grande duelo entre Marcelo Dionísio e Anderson Buzika pelos meio-médios e terá transmissão ao vivo do Canal Combate, Bandsports e Fox Sports.

“É com muita alegria que chegamos na marca de 50 edições realizadas. Só quem conhece o WGP de perto sabe o quanto batalhamos para poder proporcionar grandes shows para os atletas e fãs de kickboxing. Olhar para trás e ver tudo que já fizemos até chegar nessa 50ª edição é muito satisfatório. E para festejar essa marca nada melhor do que um evento recheado de estrelas e com títulos em jogo. Tenho certeza que São Bernardo vai parar e vamos ter uma noite para ficar na história do WGP”, afirma Paulinho Zorello, diretor-executivo do WGP Kickboxing.

Duelo entre Diego Gaúcho e Jonas Júlio é retirado do card e será remarcado

O que seria uma das principais atrações da edição especial de número 50 do WGP Kickboxing não vai mais acontecer. O duelo entre o campeão dos super-médios Diego Gaúcho e o desafiante Jonas Salsicha, anunciado anteriormente como co-main event da noite teve que ser retirado do card. Devido a problemas médicos relacionados ao campeão, o confronto terá que ser remarcado para um futuro próximo, mantendo assim Jonas Julio na condição de desafiante número 1.

Três títulos em jogo em marca histórica para o evento

A marca de 50 shows já realizados é simbólico para o WGP. Para isso nada melhor que colocar em jogo três cinturões de três das categorias mais disputadas do evento. Pelos meio-médios, Bruno Gazani vai para sua primeira defesa de título após conquistar o cinturão da categoria. Aos 32 anos e com um histórico de 14 lutas realizadas no WGP e apenas duas derrotas, ele é, sem dúvida, a principal atração do show, até por atuar em São Bernardo, cidade onde mora e treina. O desafiante Robson Minotinho também chega motivado por cinco vitórias consecutivas no WGP, sendo as três últimas por nocaute. Natural de Jeremoabo, na Bahia, e radicado em São Bernardo, ele conquistou a condição de desafiante após vencer o Challenger GP da categoria na edição 44.

No co-main event da noite, o campeão dos leves Hector Santiago defende seu cinturão pela terceira vez, após conquistá-lo na edição 36, diante de Bruno Cerutti. Aos 25 anos, Hector defende também um retrospecto invicto no WGP em oito lutas disputadas. Na carreira o atleta de São Bernardo soma apenas três derrotas. Do outro lado estará Diego Piovesan, lutador da União ABC, mesma equipe de Gazani. Aos 27 anos ele conquistou a oportunidade após vencer o Challenger GP na edição 48, realizada em Buenos Aires no último mês de agosto. Piovesan também defende uma invencibilidade de seis lutas no WGP.

Na outra disputa de cinturão da noite, Cesinha Almeida e Lucas Alsina se encaram pelo titulo vago dos cruzadores (até 85,1kg) após Alex Pereira abrir mão do título em razão do seu contrato de campeão do Glory. Com 16 lutas realizadas só no WGP, sendo 12 vitórias, Cesar Almeida estará em praticamente em casa no evento. Já seu oponente, o argentino Lucas Alsina, soma 50% de aproveitamento em quatro lutas disputadas no evento, porém sempre lutando na divisão dos pesados e encarando pedreiras como nada mais nada menos que Guto Inocente e Ariel Machado, considerados dois dos melhores kickboxers peso por peso do país.  O argentino fará sua segunda luta em sua nova categoria, já lutando pelo cinturão. O evento conta ainda com seis duelos no card principal, com destaque para o embate para lá de especial entre Marcelo Dionisio e Anderson Buzika, pelos meio-médios.

WGP #50

Data: 27/10 (sábado)

Local: Ginásio Polidesportivo (Av. Kennedy, 1155 – Parque Anchieta, São Bernardo do Campo – SP Adib Moyses Dib)

Hora: 19h00 (Undercard) / 21h00 (WGP Super Fights) / 22h30 (Main Card)

Ingressos: goo.gl/pmAeou

O esforço de ser alguém

Adan Y Lara te convidam a se aprofundar no seu interior e descobrir se sua mente te liberta ou te prende

Quantas escolhas você faz por dia?
Quantas delas são feitas a partir de uma ideia, conceito, opinião, crença que você identifica como sua?
Quantas histórias e pensamentos você assume: “Isso é meu, Sou eu” para justificar suas escolhas?
Você escolhe o que vai pensar ou só escolhe a atenção que dedica a cada pensamento?
Quantos rótulos precisamos para provar todo o tempo que somos este alguém?

“Sou de ‘tal’ gênero”
“Nasci ‘tal’ dia, em ‘tal’ lugar, em ‘tal’ crise mundial, etc”
“Minha infância foi assim e por isso, agora, sou assado”
“Eu tenho ‘tal’ personalidade, fazer o que, sou assim”
“Deve ser culpa dos meus pais”
“Eu (não) faço isso por causa daquilo”…

Esse alguém com nome não faz ideia de quem seja. Somente está reproduzindo, projetando esse filme que fica passando, nesta mente, e que já foi filmado. E, por acharmos que somos esses pensamentos, projetamos essa suposta realidade, acreditando que estamos fazendo escolhas próprias e únicas baseadas, também, nos cinco sentidos de um corpo projetado por essa mesma mente cheia de medo e culpa que quer proteger a sua suposta existência, através da nossa identificação com esse Eu, esse Mim.
Então, o que estamos realmente fazendo é: deixar que esses pensamentos repetitivos ditem aquilo que Somos.

Isso é Liberdade?
Sente, realmente, que essas escolhas te fazem Livre?

Esse acúmulo de memória padrão é um gasto exorbitante de energia para que, ilusoriamente, tenhamos menos medo. Ilusões que alimentam e defendem a ilusão em que vivemos. Um sonho de Dor e sofrimento mascarado de “alegrias” passageiras.
Por isso, partindo da ideia que somos seres imortais experimentando a mortalidade, como pode algo que seja passageiro ter alguma coisa haver conosco? Tudo que vai e vem, tudo que muda é falso, não é você. A verdade é a eternidade imutável e perfeita.

Percebe o esforço que estamos fazendo?

Até agora tem se identificado com essa mente chamada Ego e tornando-a supostamente Real. Mas, provavelmente você não tem sido tão bem sucedido, se esteve buscando por si mesmo através dela.

Esse Amor e Felicidade que tanto procura, você já é. Essa Paz e Abundância que quer ter, você já tem. Mas não é possível ouvir duas vozes ao mesmo tempo. Se assim estiver disposto, comece a baixar o volume desta voz a qual tem dado audiência e escolha de novo, Agora, ouvir a voz do caminho de volta para casa, de onde nunca saímos. É preciso pedir ajuda para corrigir a percepção, através do perdão, até que não haja nada a ser percebido e perdoado. Pois, esta mentalidade Dual, deste alguém, não vai corrigir a si mesma e assumir-se irreal. É preciso se entregar àquele que sabe e deixar-nos guiar pela Voz por Deus que está em cada um de nós. É preciso pedir para que este guia interior (Espirito Santo, Jesus, Buda, Mãe Divina…) ajude a ver tudo, todos e a si mesmo com os olhos do Amor e da Verdade.
O Perdão Verdadeiro é o caminho. Basta sua disposição.

Por que nós já Somos aquilo que queremos Ser.

Nos Amo!

Adan Y Lara

 

Sobre Adan Y Lara

São guias de AutoReconhecimento que levam sua experiência do despertar espiritual a diversos países. Adan e Lara sempre foram buscadores de uma conexão direta com a “Fonte”. Desde pequenos, perceberam que havia algo de errado no funcionamento do mundo e já entendiam que não adiantava querer ou fazer nada que pudesse mudá-lo. Então, compreenderam que a única mudança estava dentro deles, para a qual era necessária uma nova percepção, que só seria possível quando soubessem quem realmente são.

adan e lara

Siga Adan Y Lara nas redes sociais:

 

Instagram: https://www.instagram.com/portal.reencontrese/

Facebook: https://www.facebook.com/PortalReencontreSe/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCSDCxW4JfiF5dunMMp2aUDA