Léo Maia fala sobre liberação na justiça para cantar as músicas do pai no Ritmo Brasil deste sábado

Léo Maia, filho do eterno Tim Maia, volta ao Ritmo Brasil neste sábado para falar sobre o processo que seu irmão Carmelo Maia, abriu contra ele, o impedindo de cantar as músicas do pai.

O cantor conta para Faa Morena todos os detalhes e revela que ganhou na justiça o direito de voltar a trabalhar as músicas de Tim e dar continuidade ao projeto “Tim Maia for Kids”, com músicas para crianças.

E ainda, todas as músicas apaixonantes do jovem talento Hugo Guilherme. O programa está imperdível! A atração vai ai ao ar todos os sábados, às 19:30, pela RedeTV!.

Um dos primeiros brasileiros a protagonizar o “Cirque Du Soleil”, Marcos Casuo se destaca no mundo dos negócios

O artista apresenta ações motivacionais nas empresas e lança livro contando sua trajetória

Após oito anos atuando em uma das principais empresas de entretenimento do mundo, o “Cirque Du Soleil”, protagonizando o espetáculo “Alegria”, o brasileiro Marcos Casuo percebeu a necessidade de criar algo tão grandioso quanto a famosa companhia para o seu país. Em meados de 2008, ele fundou a “Universo Casuo”, que leva entretenimento de alta performance para o mundo corporativo e cultural com infraestrutura e tecnologia desenvolvidas para atender as agências e empresas de grande e médio porte de toda América Latina. O leque de opções para as corporações inclui palestras motivacionais, pocket shows e eventos customizados de acordo com cada objetivo e público, desde os diretores, lançamento de novos produtos ou serviços até o treinamento do time de vendas para potencializar a sua produtividade.

Segundo Casuo, a ideia surgiu do desejo de apresentar uma proposta inovadora de entretenimento e um novo caminho para as atividades teatrais e circenses do Brasil. “As empresas não podem parar de criar e evoluir, assim como o circo não para”, ressalta.

Com essa proposta, a Universo Casuo já passou por todos os estados brasileiros e mais sete países (Paraguai, Argentina, Chile, Colômbia, Panamá, Costa Rica e México), com uma audiência de cerca de 1 milhão de pessoas, sendo 95% advindos do meio corporativo. No final de 2019, a empresa completa 11 anos e Casuo continua a investir forte na área artística voltada para os negócios. O paulistano, natural do interior, planeja para o segundo semestre deste ano um grande evento, na grande São Paulo, além de lançar seu livro até o início de 2020.

– Gosto de estar sempre em movimento e é assim que tudo flui na Universo Casuo entretenimento. Essa visão de empreender sem perder o propósito comum, surpreender e encantar sempre fez parte da nossa filosofia – conta o artista. 

A Universo Casuo nasceu com o intuito de surpreender e encantar o grande público por meio das mais antigas e hoje inovadoras técnicas circenses e milenares. O livro está sendo elaborado e vem com o objetivo de contar um pouco dessa trajetória, sendo uma ferramenta para motivar e ativar nas pessoas a consciência criativa, além de muitas reflexões sobre toda essa passagem até os dias de hoje.

Na época de “Alegria”, Casuo foi aclamado por público e crítica pela sua audácia e criatividade, arrancando aplausos de mais de 12 milhões de pessoas em mais de 29 países, com seu ápice em Londres, no Royal Albert Hall, quando se apresentou para a realeza e foi reconhecido como um dos dez melhores clowns do mundo.

Essa e outras curiosidades de sua história estarão no livro. Mais informações no www.universocasuo.com.br/corporativo