Youtuber de CS:GO Rian Moreira coleciona mais de 250 mil reais em skins e joga online com pessoas famosas

O youtuber Rian Moreira, mais conhecido na internet como cachorro1337, mudou a sua vida e de sua família com a internet e os jogos online. Hoje, com mais de 50 milhões de visualizações no YouTube, ele joga Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) com celebridades como Neymar e investe pelo menos 6h por dia no jogo, que resultam na publicação de videos diários no seu canal do YouTube, transformando o que era apenas um lazer em profissão e faturando alto como influenciador digital e gamer.

O CS:GO tem 46 milhões de jogadores ao redor do mundo e diversas celebridades além de Neymar, como MC KevinhoMC DaviMC Gui e Arthur (volante do Barcelona).

Trajetória

Rian começou a jogar CS:GO no final de 2016, com o intuito de aprender jogar e produzir conteúdo e acabou se apaixonando pelo jogo. Hoje ele é o maior colecionador de skins (visual alternativo dado a um personagem em um jogo) do Brasil, acumulando mais de 250 mil reais nestes produtos em um inventário que não para de crescer: “Acontece que me apaixonei pelo CS:GO, principalmente pelas skins. Naquela época todos os meus pagamentos eram em skins e eu as vendia para ajudar em casa. Com o tempo meu canal foi crescendo, comecei a receber mais e não precisei mais vender as skins. Foi aí que comecei a juntar e trocar sempre pelas mais raras e caras”.

Ele explica também que além de acumular skins do jogo também começou a ganhar um bom dinheiro e a mudar a sua vida e a de sua família: “De início, todas as skins que eu recebia (eram poucas) eu vendia para ajudar em casa. Com o tempo, meu canal no YouTube foi crescendo e se tornando um dos maiores do Brasil, e aí eu pude ver que não precisava mais vender skins, pois comecei a receber quantias em dinheiro também e assim ajudar a minha família com esse rendimento. Todo YouTuber de CS:GO com alguma relevância, recebem diversas propostas de patrocínio de sites estrangeiros relacionados a skin. Foi isso que me atraiu e fez largar os vídeos de minecraft. A paixão pelo jogo e o fato dele ter mudado toda condição financeira da minha família, é o que me motiva trazer conteúdo diário em meu canal”.

Sucesso

Em Janeiro deste ano, Rian assinou contrato com a INTZ, maior Gaming House da América Latina e um dos maiores clubes de esportes eletrônicos do Brasil, como streamer e embaixador de CSGO. A equipe se classificou para o mundial de CS:GO em Berlim, na Alemanha: “no entanto, em Outubro, eu rescindi meu contrato com a organização após um acordo”. Os motivos não foram revelados.

Apesar de já ser o maior colecionador de skins do Brasil, Rian conta que sua coleção não para de crescer e revela qual o seu sonho de consumo: “Continuo colecionando. Meu inventário valoriza cerca de 10 mil reais por mês. Meu sonho de skin é um modelo de faca, conhecida como M9 Baioneta, com a skin aquecimento de aço em uma de suas ilustrações mais raras, a blue gem. Essa skin não encontramos por menos de R$25.000,00”, conclui.

Empreendedores lançam livro que explica como chegar ao sucesso através do poder do networking

Será que todos nascem com as mesmas chances de brilhar? E a fórmula do sucesso, será que ela realmente existe? Alguns especialistas acreditam que sim e estudos recentes responderam sim às duas perguntas anteriores e que ela está intimamente ligada à persistência, mas muito também à sua capacidade de se relacionar com outros indivíduos.

Para responder a estes questionamentos, os empreendedores e palestrantes Rodolfo Santos e Mariana Tessaroto lançaram o seu novo e-book Pessoas Precisam de Pessoas, que é o resultado de um intenso estudo do assunto principal, relacionamento interpessoal. Neste livro, os profissionais da área do marketing, gestão empresarial e fotografia abordam as principais diferenças entre relações e como elas interferem no mundo dos negócios para obter o sucesso: “o modo como nos portamos e lidamos com as pessoas é decisivo na nossa trajetória profissional. Por isso, buscamos mostrar neste livro como conviver de uma forma positiva no trabalho, comportamento no ambiente dos negócios, linguagem corporal, micro expressões, empatia, o poder do networking, autoconhecimento, relações virtuais, redes sociais entre outros”, ressaltam.

Rodolfo Santos um dos principais fotógrafos do Brasil Reprodução / Rodolfo Santos

Rodolfo Santos é um dos principais fotógrafos do Brasil no setor de casamentos e criador do Workshop internacional Mastelight, que reúne fotógrafos de vários países entre convidados, palestrantes e público. Mariana Tessaroto é formada em fisioterapeuta e se destaca como palestrante e empreendedora. Ambos são parceiros nos negócios.

Sorte x dedicação

Rodolfo Santos explica que é preciso entender a diferença entre sorte e dedicação no que se refere ao sucesso profissional: “Muitas pessoas nos perguntam: como vocês chegaram até aqui? O que vocês fizeram para entrar nesse mercado? Outras, já nos julgam dizendo que tivemos apenas sorte. A grande verdade é que a maioria das pessoas não conseguem ir em busca da sua própria porta devido a falta de direção, por não terem a resiliência suficiente ou pelo simples fato de não terem a ideia do que estão procurando”, afirma.

Mariana Tessaroto é fisioterapeuta, palestrante e empreendedora / Reprodução / Rodolfo Santos

Mariana correlaciona também que dedicação e trabalho duro não significa sofrer da Síndrome de Atlas e tentar carregar o peso do mundo inteiro sobre os ombros: “ser proativo e dedicado não significa que você deve abraçar o mundo, que deve acreditar e correr atrás de todas as oportunidades, ou carregar o peso do mundo sobre os ombros, mas por outro lado, ficar sentado esperando o cavalo selado passar, a oportunidade perfeita, pode deixá-lo muitos passos para trás, fazendo com que perca a temporização dos eventos. Por isso relacionamentos e networking são importantes. Precisamos de pessoas a todo o tempo e na jornada do sucesso é preciso contar com elas para ajudar nas escolhas tomadas durante a jornada. Parcerias, bom relacionamento e gratidão são chaves para transformar o seu trabalho em algo visto e reconhecido”.

Concepção do livro

Os empreendedores explicam a concepção do livro: “nosso trabalho vem de um desejo único de ajudar as pessoas de forma que elas passem pelo mínimo de turbulência na arte de empreender. Com essa visão, o nosso projeto iniciou-se há alguns meses atrás, vindo a se materializar com a publicação do e- book. A intenção é apoiá-los nessa trajetória mostrando as formas e os caminhos para chegarem o mais rápido possível ao objetivo comum, o sucesso”.

O livro está disponível para venda exclusivamente através da internet em https://cursos.fotografiarodolfosantos.com.br/ebook

Vista-se de si: Especialista transforma consultoria em método inovador de valorização da individualidade e habilidades

A empresária e influenciadora digital Jhanne Pires é uma referência no que diz respeito ao visagismo e moda. Em constante evolução, sua consultoria de imagem se transformou em um método completo e abrangente para valorização da individualidade e empoderamento em todas as esferas da vida, chamado Vista-se de Si, trabalhando a imagem de cada pessoa em suas respectivas habilidades e mudando vidas em todo o país.

Baseada na percepção da necessidade de maior abrangência, Jhanne promoveu uma reestruturação no seu nicho de atuação e público alvo, e fez a transição da Joie Consultoria, como era chamada a sua antiga empresa, para este novo momento e método, que também será apresentado como um livro com data de lançamento prevista para março de 2020.

Com nova identidade visual e nova abordagem, o Vista-se de si carrega consigo bastante significado: “O nome anterior, Joie, que significa alegria em francês, era difícil para algumas pessoas, que não conseguiam pronunciar, então mudamos para Vista-se de Si, que além de ser mais fácil exprime bem todo o conceito do método. Mas as mudanças vão além do nome. A logo que escolhemos, uma borboleta conjugada ao símbolo do infinito, tem um significado de transformação contínua, de a cada dia continuar sempre esta metamorfose para melhor. Além disso, nossa identidade visual também tem a estrela, que remete ao brilho da individualidade, que a gente respeita e valoriza em cada um”.

Empresária e influenciadora digital Jhanne Pires / Reprodução / MF Press Global

Jhanne também conta mais detalhes de seu método: “eu transformei toda a consultoria em um método que pode ser aplicado em qualquer pessoa e segmento. Sejam noivas, artistas, personalidades ou pessoas comuns, e com foco em mulheres, no público feminino. O método trabalha a imagem e comportamento, além de incentivar a pessoa a se vestir de si mesma, respeitando sua personalidade e usando aquilo que tem harmonia com ela, que a represente, que mostre quem ela é e o que faz, e dê destaque a todas as suas habilidades e áreas da vida, como mulher, mãe, esposa, profissional, etc”.

Experiência Pessoal e Resultados

Ela também conta os motivos que a fizeram perceber que precisava dessa transformação nos seus negocios e na vida pessoal: “Com a experiência e a lida com as clientes, eu percebi que proporcionar a elas ter conhecimento de visual, de visagismo, anatomia e economia não era o suficiente. Notei que era preciso ter um processo de autoestima elevada aliada com com uma vida útil, porque também temos outras imagens a serem representada. Então primeiro comecei a aplicar isto na minha vida. Um dia minha filha apontou que eu cuidava de tantas pessoas e que ela estava ficando de lado, então daquele momento em diante passei a me preocupar em me vestir para ter dias com ela, estar com ela, brincar com ela e aproveitar nosso tempo juntas. Como a roupa proporciona novas experiencias e conversas sobre o momento em que estamos passando, então passei a usá-la para minha vida e com as clientes para ter momentos, experiencias de valor”.

O resultado do método é transformador para aquelas que aceitam o desafio de se permitirem passar por esta metamorfose: “no final da consultoria temos um processo chamado agenda de looks que ajuda a aumentar a produtividade, baseado na agenda de compromissos do cliente, ajudando a ter uma vida organizada. Quando a gente identifica que ela só tem looks para trabalho e que nao está tendo vida social ou familiar, incentivamos a mudança de postura e consequentemente das roupas. Os depoimentos sobre como todo o método tem mudado a vida das pessoas são muitos e só nos motivam a continuar evoluindo e ajudando essas mulheres a serem a melhor versão de si mesmas”.

Conheça a brasileira que se tornou referência na Europa com fotografia que mistura Fashion e Fine Art

A fotografia Fine Art renasce em pleno século 21, ressignificada, e tem sido considerada uma grande tendência entre os fotógrafos do mundo todo. O movimento que começou na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos através do pictorialismo no século 19, busca uma forma de criar complexas misturas de imaginação e realidade e proporcionar resultados que contemplam a visão artística do fotógrafo também com o uso de recursos tecnológicos de edição.

Entre os mais renomados fotógrafos de Fine Art europeia está a brasileira Roberta Montagnini, que se tornou uma das referências no segmento. Radicada na Alemanha, reconhecida por seu trabalho em prêmios como o RISE International, WPPI (Wedding & Portrait Photographers International) e SWPP (Society of Wedding and Portrait Photographers).

Reprodução / Roberta Montagnini

Fine Art

Devido a repercussão de seus trabalhos, Roberta já viajou a vários países como EUA, Inglaterra, Espanha e conquistou clientes por todas as partes do mundo. Seu estilo de fotografia oferece aos clientes a experiência de se parecerem com as celebridades de revistas e se sentirem mais bonitas: “Acredito que a arte é uma forma de empoderamento. A fine art é uma fotografia criada de acordo com a visão do fotógrafo, que é um artista, usando a fotografia como um meio para dar vida, trazer ao mundo real a sua visão. Assim, deixar as pessoas fotogênicas e bonitas é a minha especialidade, extraindo sempre a melhor versão de cada um. Costumo dizer aos clientes que vou tirar a foto mais bonita que já tiveram”.

Método de trabalho e estilo

Apesar de também ter clientes homens, Roberta tem como foco o público feminino, mulheres que variam entre 5 a 80 anos de idade ou mais: “quero que se sintam belas e que existam em fotografias. A fotografia é um meio de criar o nosso próprio legado e de sermos lembrados por quem nos ama. Uma foto bem elaborada e impressa em papel de qualidade vai viver por muita gerações. Apesar do mundo digital, as pessoas ainda vão atrás das fotografias impressas, pois ninguém celebra um CD ou um Pen Drive”. 

Roberta conta que o seu estilo de fotografia mescla o Fashion com a Fine Art e revela suas influências artísticas: “devido a ter formação e especializações em ambas as áreas minhas fotos são o Fine Art com um toque do Fashion. Minha arte é influenciada por artistas renascentistas como Sandro Botticelli, Leonardo da Vinci e também do Século de Ouro como Rembrandt, Caravaggio e Johannes Vermeer. Já no mundo moderno tenho como referências Sue Bryce, Lola Melani, Bella Kotak, Lara Jade, Peter Lindberg, Dayron Vera e Gemmy Woud-Binnendijk”, revela. 

Reprodução / Roberta Montagnini

Trajetória 

Roberta é formada pela Cambridge School of Art – Anglia Ruskin University, na Inglaterra. Em 2017 ingressou na escola de fotografia Sue Bryce Education e passou a contar com a mentoria da renomada fotógrafa Sue Bryce e se tornou fotógrafa associada em uma das mais respeitadas instituições de fotografia do mundo, a The Portrait Masters. 

Em 2019, Roberta foi vencedora do prêmio internacional de fotografia na categoria de Teen & Senior (Jovens e Adolescentes) e já acumula 9 menções Prata e 34 Bronze em premiações da instituição, tendo outras 5 fotografias no top 20: “Eu alcancei o nível de Fotógrafa Associada devido aos meus trabalhos premiados, que estão disponíveis no diretório do site juntamente a outros fotógrafos renomados”.



Saiba quais são os principais desafios para quem deseja se tornar um profissional da fotografia



A fotografia é uma área que cada vez se torna mais versátil e com um grande mercado de atuação, que vai desde a moda e artes até o fotojornalismo e a fotografia publicitária. Se você ama fotografar e um dia já desejou apostar na fotografia como profissão, saiba que isto pode ser uma opção interessante, mas que demanda investimento de tempo, dinheiro e muito mais.

Para ajudar aqueles que estão pensando em começar nesta profissão, os premiados fotógrafos  da Arco e Flash Fotografia, Douglas Atina e Pâmela Atina, indicados ao Golden Lens, considerado o Oscar da Fotografia mundial, trazem algumas dicas e falam sobre os desafios de ser um fotógrafo. Confira:

Inovação e criatividade

Existem muitas áreas na fotografia, que vão desde casamento, onde somos especializados, até alimentos e jóias. Cada área utiliza técnicas diferentes e portanto é preciso especialização, não dá pra fazer tudo. A grande questão é que todas as áreas sofrem do mesmo problema: o padrão. Grande parte dos profissionais buscam seguir um conjunto de regras e acabam tendo trabalhos parecidos, e para quem está começando é difícil se destacar tendo um trabalho parecido com todos os outros.

Por isso é importante inovar, ir na contra mão do que os outros profissionais estão fazendo e criar o seu próprio estilo. Existem muitas regras na fotografia, mas elas foram feitas justamente para serem quebradas. É comum que profissionais que estão há anos no mercado se acomodem e passem a fazer sempre mais do mesmo, esse é o momento de quem está começando mostrar potencial e chamar a atenção do mercado com um trabalho criativo.

Mercado

O mercado de fotografia é difícil, pois costuma ser muito fechado para os novatos. Vou usar como exemplo a fotografia de eventos sociais: Os buffets, assessorias e demais fornecedores já possuem parceria de indicação com fotógrafos que estão há anos no mercado da região e por isso pode ser muito difícil conseguir entrar nesse meio quando se está começando. Por isso é importante chamar atenção do mercado inovando, fazendo o que ninguém fez ainda.

Douglas e Pamela Atina/Felipe Figueira / Arco e Flash Fotografia

Ser só fotógrafo

A maior parte das empresas de fotografia morrem nos primeiros anos de vida. Isso porque os fotógrafos focam tanto em melhorar a qualidade do trabalho, investir em novos equipamentos e ignoram pontos importantes como: Administração da empresa, educação financeira, marketing, etc. No mercado de fotografia não basta ser só fotógrafo. O principal desafio é ser um profissional completo.

Backups

Esse é o desafio mais importante de todos. Não adianta investir rios de dinheiro nos melhores equipamentos, ter o melhor olhar e ser o profissional mais completo da região se você perder os arquivos de um cliente. Afinal, isso pode acabar completamente com sua carreira. É muito melhor investir em muitos HD externos, cartões de memória e armazenamento na nuvem do que em uma câmera mais potente. Perder os arquivos ou até mesmo pegar um vírus que obrigue a formatar todos os dados pode acabar não só com sua carreira mas com o sonho de vários clientes.

Ter o pé no chão

Quando estamos começando na fotografia, o maior desejo é ter os melhores equipamentos do mercado. A sensação é que equipamentos melhores vão nos tornar profissionais melhores. Ai mora um grande perigo.

O crescimento na fotografia é extremamente lento, leva tempo até surgirem os primeiros clientes, é um trabalho de formiguinha. Se você investir tudo o que tem nos melhores equipamentos, não vai conseguir um retorno rápido e pode acabar com sérios problemas financeiros. Evolua seu equipamento de acordo com o crescimento da sua empresa e com o seu crescimento pessoal. Troque de câmera só quando já tiver utilizado 100% dela e estiver sentindo falta de algum outro recurso. A técnica do fotógrafo não está no equipamento e sim no olhar.



Turismólogo revela porque as celebridades brasileiras gostam tanto de Nova York

Não é raro ver celebridades brasileiras viajando para Nova York. Recentemente a apresentadora Angélica, Paola Oliveira e o ator Paulo Gustavo, compartilharam nas suas redes sociais fotos de viagem para a Big Apple. O destino é considerado um dos mais procurados pelos famosos para passar férias e que recebeu em 2018 mais de 920 mil visitantes brasileiros, mas o que torna este lugar tão atrativo?

O turismólogo e influenciador digital Gabriel Veronese revela alguns dos motivos pelos quais a cidade faz tanto sucesso entre os famosos como destino turístico: “os famosos brasileiros gostam porque Nova York tem tudo. Entretenimento, compras, cultura e mesmo sendo uma cidade enorme lá eles podem ter privacidade e não serem incomodados, andando pela rua normalmente. Nova York é um símbolo do sonho americano, cenário de inúmeros filmes e uma cidade que abraça a diversidade”.

Angelica e Paola Oliveira em NY/Reprodução / MF Press Global

Gabriel Veronese também ressalta alguns dos motivos pelos quais cada vez mais brasileiros visitam a cidade. Confira:

Transportes

Em Nova York se consegue facilmente ir a qualquer destino turístico de metro ou taxi. Um sistema de transporte eficiente é fundamental para um destino turístico tão grande como Nova York (que está sempre entre as 10 cidades mais visitadas do mundo).

Inclusive, muitos famosos quando visitam a cidade já andaram bastante de metrô, coisa que não fazem quando estão no Brasil por diversos motivos.

Segurança Pública

Nova York tem registrado índices cada vez mais baixos de criminalidade: 2018 foi o melhor ano em 25 anos, com descida recorde em todos os indicadores relacionados a violência, roubos e furtos.

É muito importante para o turista se sentir seguro ao andar pelas ruas e a cidade de Nova York tem investido cada vez mais nisto, para se tornar sempre atrativa e convidativa.

Paulo Gustavo em NY/Reprodução / MF Press Global

Cenário de cinema e séries famosas

Impossível não lembrar de pelo menos dois ou três filmes ou séries famosas que têm a cidade de Nova York como cenário. Gossip Girl, Friends, How I Met Your Mother e Sex and the City, por exemplo, se passam na Big Apple e filmes como King King, Os Caça-Fantasmas, Taxi Driver, O homem aranha 2, O Diabo Veste Prada, Esqueceram de Mim 2, O lobo de Wall Street e tantos outros.

Capital do mundo e cosmopolita

Nova York é praticamente a capital do mundo. Tudo acontece por lá, seja no mercado financeiro, Wall Street, na cultura com os magníficos espetáculos da Broadway, ou até mesmo na diplomacia já que a sede da ONU fica na cidade. É uma cidade completamente cosmopolita, com gente do mundo inteiro, o que se reflete na culinária, na vida noturna e no entretenimento oferecido a residentes e turistas.



Especialista revela os segredos e polêmicas do Deep Fake

Deep fake é a inclusão de um rosto de uma pessoa (famosa ou não) em um outro corpo digitalmente. A polêmica técnica de edição de vídeo tem sido usada tanto no cinema como em vídeos da internet e tem seu lado positivo e negativo, pois pode tanto ajudar como atrapalhar, já que com inserções cada vez mais realistas proporcionadas pela tecnologia pode-se falsificar vídeos e incriminar pessoas, sendo considerado até mesmo uma ameaça à democracia por veículos norte-americanos.

No Brasil, o diretor de arte digital Fernando Rodrigues de Oliveira, conhecido como Fernando 3D, é um dos entusiastas da técnica e comenta sobre o uso dela na computação gráfica e como se tornou popular: Embora essa tecnologia não seja exatamente nova, ela tem sido mais utilizada e conhecida recentemente, graças a internet, depois que colocaram o rosto da atriz Gal Gadot (Mulher Maravilha) em um corpo de uma atriz pornô e tornaram o vídeo viral.  A partir daí criaram-se vários memes usando rostos de políticos como os presidente Donald Trump e Jair Bolsonaro, juntamente e o ex-presidente Lula. Um dos precursores dessa “brincadeira” é o Bruno Sartori com seus vídeos para o YouTube”.

Fernando 3D/Reprodução / MF Press Global

O especialista explica também como a técnica se tornou útil no cinema e cita alguns filmes que empregaram o deep fake: A técnica vem sendo usada com sucesso em Hollywood porque ajuda em vários momentos na melhoria da execução da cena, até mesmo em conversão de falas, onde pode acontecer de última hora o diretor decidir mudar uma cena específica, seja por alguma questão contratual ou de roteiro. O deep fake já foi usado em filmes como Benjamin Button, Star Wars, Capitão América – primeiro vingador, Liga da Justiça (para tirar o famoso bigode do ator Henri Cavill) e o mais recente, o multimilionário filme de Ang Lee Projeto Gemini, com Will Smith.

Mas como nem tudo são pontos positivos, Fernando 3D alerta que a técnica pode ser usada para fins não tão nobres, como forjar a participação de pessoas em vídeos com interesses escusos: “O que isso pode atrapalhar? Conforme a tecnologia evoluir, cada vez mais devem surgir pessoas falsificando vídeos, seja com pessoas famosas ou até mesmo políticos, usando tipo de tecnologia para deslegitimar alguma prova em vídeo que pessoa tenha contra ela ou até mesmo forjar evidências. Pode parecer que estou exagerando, sendo muito CSI, mas tudo pode acontecer na internet, e com as falsificações ficando cada vez mais sofisticadas, pode ficar difícil distinguir o que é realidade do que é fake”.

Fernando 3D revela que para evitar que a tecnologia seja usada para prejudicar pessoas, as gigantes da tecnologia já estão se unindo para criar meios de detectar os fakes: “As principais empresas do setor como o Facebook e o Google já estão estudando os próximos passos de Deep Fake. Inclusive o Google é um dos ativadores e investidores dessa tecnologia. Esperamos aqui ansiosos por mais evoluções e que a tecnologia seja usada somente para o nosso bem e entretenimento”.

‘DinoBabys’ encantam Heitor Lyra, Priscila Louise e Lorenzo Papa

Um berçário de Dinossauros: foi o que encantou os pequenos Heitor Lyra, Priscila Louise e Lorenzo Papa no espetáculo “Dinobabys, o berçário jurássico”, no teatro Clara Nunes neste final de semana. A aventura começa quando o cientista e paleontólogo Prof. Darwin, juntamente com a assistente Lucy, consegue aperfeiçoar a cadeia de DNA e trazer de volta três exemplares de dinossauros. Eles se divertiram demais com a missão, aventura e histórias! 

Turismólogo aponta o Peru como um dos melhores destinos turísticos do continente

Sem dúvida o Peru têm muito para oferecer: cultura, estilo, história e algumas das melhores comidas do planeta. Este belo país é repleto de coisas para fazer, paisagens de tirar o fôlego, praias, passeios pela selva, trilhas, exploração no deserto e muito mais. 

O turismólogo Gabriel Veronese esteve no Peru e afirma que é um roteiro que vale muito a pena incluir nos planos de férias: “Quando falamos de viagens, os brasileiros não costumam olhar com a mesma atenção para seus colegas latino-americanos, como olham para Europa e América do Norte, e com isso perdem a chance de conhecer lugares incríveis. O Peru é um dos lugares onde tive as melhores experiências culturais e gastronômicas da minha vida. Vale muito a pena”.

Para aproveitar o melhor deste país ainda pouco explorado pelos Brasileiros, Gabriel Veronese você dicas para fazer uma viagem inesquecível aproveitando tudo que este país vizinho pode oferecer. Confira:

Como Chegar?

A maioria dos voos chegam e saem de Lima, que é a capital. No entanto, o recomendado é programar com antecedência porque a quantidade de voos internacionais é limitada. 

Transporte

Em Lima é muito comum o transporte público ser feito com vans. A melhor forma de descrever as vans é que são uma bagunça organizada. O trânsito na capital não tem a fama de ser dos mais organizados.

Gastronomia

Em Lima , capital do Peru, existem diferentes opções gastronômicas, especialmente nos bairros de Barranco e Miraflores. No Peru você experimentará comidas nunca vistas antes, exóticas e incrivelmente saborosas. Os peruanos têm uma variedade de pratos marinhos, forte influência da culinária chinesa e japonesa e gostam muito de carne. Se você for vegetariano, há opções também. Há muitos bons restaurantes vegetarianos no país e sempre há uma opção vegetariana nos menus dos principais restaurantes.

Entre os 50 melhores restaurantes do mundo, 3 estão em Lima. Dois deles, inclusive, estão entre os 15 melhores e um deles, entre os top 5 mundiais. O quarto dos cinquenta melhores restaurantes do mundo, é o Central, também de Lima, que traz aos clientes uma experiência que vai da Amazônia aos Andes em um menu rico e complexo. Em Lima também está o restaurante Maido, que é o melhor da América Latina e um dos 15 melhores do mundo. Mas prepare o bolso: um jantar para duas pessoas custa de R$ 400 até R$ 1,2 mil, aproximadamente.

Idioma

Não se preocupe se você não sabe falar espanhol. Há muitas pessoas que nas zonas turísticas falam português e conversarão os turistas para praticar. No entanto, se esforce para usar seu espanhol, pois você está no Peru e isto ajuda a passar a impressão que respeita a cultura local.

Semelhanças com o Brasil

É um país de muitos contrastes sociais e de classes, mas que tem um povo muito receptivo e amistoso, assim como o Brasil.

Machu Picchu

Nem só de Machu Picchu vive o Peru, mas este sem dúvida é o local mais icônico do pais, e recebe todos os anos mais de 1 milhão de turistas e encanta os que buscam arte, cultura e um pouco de aventura. Machu Picchu representa as ruínas incas mais famosas do Peru – e é difícil encontrar alguém que não tenha se impressionado ao vê-las de perto. Em resumo, o deslocamento é mais ou menos assim: Brasil -> avião -> Cusco (Peru) -> trem ->  Águas Calientes – > ônibus -> Machu Picchu

A viagem de Lima para Machu Picchu custa em média $ 339 e os hotéis em Cusco custam de 15 a 60 dólares a diária. Taxis costumam ser bem baratos, em média 2 dólares para os principais deslocamentos.

O trecho Cusco – Águas Calientes na verdade pode ser feito de diversas maneiras, mas esta é a mais usual. No entanto, se você for aventureiro, então a opção clássica é a trilha Inca, de 45 km, que dura de 4 a 5 dias e termina em Machu Picchu, chegando pela Porta do Sol. O viajante pode escolher acampamento de luxo ou uma opção mais roots. Também estão disponíveis versões dessa trilha que contemplam apenas um trecho. É muito importante estar em grupo, seja ele privativo ou não. Caminhadas independentes não são permitidas.

Quanto custa?

Outro ponto interessante quanto às finanças é que o país aceita abertamente o dólar americano nos pagamentos e compras do dia a dia. Inclusive, grande parte das entradas e passeios que envolvem Machu Picchu são feitos em dólar.

Cusco, no Peru, é um dos destinos mais acessíveis no continente americano. O preço da viagem dependerá do estilo de viagem que você deseja ter. Existem muitas opções para escolher. A partir de rotas para turistas de mochila às costas até o luxo total.

Fotógrafos brasileiros nomeados ao Oscar da Fotografia dão 5 dicas para você fazer fotos incríveis

Seja um smartphone ou uma câmera de última geração, todos buscam fazer boas fotos, não apenas para postar nas redes sociais, mas para registrar da melhor forma possível momentos especiais. Mas muitos têm duvidas de como aproveitar o máximo de seu equipamento e chegar no resultado esperado

Os fotógrafos paulistas Douglas Atina e Pâmela Atina, da Arco e Flash fotografia acreditam que é possível com alguns cuidados simples conseguir fazer fotos incríveis. Indicados ao Golden Lens, considerado o Oscar da Fotografia mundial, eles trazem cinco dicas cruciais que irão fazer a diferença nas suas fotos:

“não é necessariamente preciso ter os melhores celulares ou a melhor câmera para conseguir fazer fotos que realmente impressionem pelo resultado final. Depende mais do conceito e das noções de fotografia, já que hoje até mesmo câmeras de baixo custo tem qualidade bastante razoável de imagem”, explicou Douglas.

Siga as 5 dicas de Douglas e Pâmela Atina para fazer fotos incríveis. Confira:

1- Aposte nas fotografias espontâneas
A fotografia espontânea carrega naturalidade e mostra exatamente o que a pessoa estava sentindo naquele momento, é um dos tipos de fotografia mais lindas e para obte-la vale tudo: Pule, grite, faça piadas, não importa se você vai parecer idiota, sua missão é arrancar sorrisos.


2- Escolha o melhor horário do dia

Já tentou tirar uma foto no sol do meio dia? O rosto vai ficar com sombras, as olheiras vão ser ressaltadas e todos os defeitos da pele vão gritar, nunca faça uma foto nesse horário.
Os melhores horários para fotografia são durante a Golden Hour (ou Hora Dourada) é o momento de esplendor do sol e o horário mais bonito do dia para fotos incríveis, ele acontece de manhã (1 hora depois do nascer do sol) e a tarde (uma hora antes do pôr do sol). Sempre prefira começar a fotografar por volta das 06:00 da manhã ou 16:00 da tarde.
Além disso, sempre tente deixar seu rosto virado para o sol, dessa forma você obtém uma iluminação natural perfeita, mas não se prenda a regras, as vezes fotografar contra o sol trás um resultado clean e incrível.

3- Se preocupe com o Look

Fuja de estampas, as roupas não devem chamar mais atenção que você. Quanto mais neutras forem as cores, mais bonita e “gringa” ficará a foto, aposte no preto, branco, cinza, creme e tons terrosos, se você estiver com uma roupa colorida vai entrar em conflito com as cores do cenário e o resultado não ficará legal. Lembre-se que para um ensaio incrível, 50% depende do fotografado e 50% do fotógrafo.
Sabe aquele clássico ensaio de casal na praia em que a noiva está de vestido branco e segurando um par de balões em formato de coração? É brega. Lembre-se que menos é mais, o foco da fotografia precisa ser o fotografado, quanto menos acessórios eles estiverem carregando, MELHOR.
Não é porque você está fotografando uma noiva que ela precisa estar de branco, deixe o clássico vestido para o casamento e abuse do estilo no ensaio, porquê não usar preto por exemplo? A cor escura contrasta completamente com os tons claros da praia e o resultado é encantador.


4- Lugares feios ou comuns podem render fotos incríveis

Sabe aquele prédio abandonado da sua cidade ou aquele matagal que as pessoas até atravessam a calçada para não passar perto? Eles podem render fotos muito mais incríveis que lugares paradisíacos.

Treine seu olhar para ver além do óbvio e enxergar beleza em tudo. Você não precisa ir para um campo de flores para ter uma foto linda, você pode fazer exatamente a mesma foto naquela pequena plantação em uma praça da sua cidade.

5- Aprenda edição de imagens
Já dizem os fotógrafos mais antigos: Um fotógrafo de verdade não edita fotos. Mas estamos na era da edição, o Tumblr e Instagram levaram as pessoas a se preocuparem mais com as cores de fotos, composição, enquadramento e isso é incrível, nunca vimos tantas fotos lindas feitas por pessoas comuns como vemos agora.

A edição não pode ser o foco principal de uma fotografia mas é a cereja do bolo, com as cores certas você pode transformar o seu trabalho completamente. Mas lembre-se novamente: Menos é mais, fuja do exagero e principalmente dos temidos: Sépia e cor seletiva.