A ex participante do MasterChef Brasil, Imaculada Correia So, fala à mulheres em evento da Embelleze

Antes de participar do maior reality gastronômico da TV, Imaculada esteve à frente de equipes de vendas porta a porta de uma das gigantes do setor e, tanto sua experiência comercial, como a de ter competido no MasterChef, chamaram a atenção da Embelleze, que viu na garra de Imaculada, e na beleza de suas receitas, a união de ferramentas que a venda direta necessita.


O carro chefe da empresa são os produtos para tratamento capilar, mas a empresa já conta com linha de perfumes e, em breve, lançará sua vertical de maquiagens. 


“Eu gerenciei equipes de vendas por anos, em uma das mais antigas e consolidadas empresas de venda por catálogo, sempre atuando com mulheres em situação de risco e moradoras de áreas mais carentes. Atuar com essas mulheres me deixava realizada profissionalmente, mas também como ser humano. Agora, vou usar toda minha expertise em vendas, para transformar novas vidas’, fala Imaculada.


E quando questionada sobre a sinergia da gastronomia com esse novo empreendimento, Imaculada finaliza: “Tem tudo em comum. Um prato, uma receita, comemos primeiro com os olhos. O amor, o carinho são ingredientes que refletem na receita e à deixam ainda mais bela. Assim são os produtos Embelleze, um cuidado, um carinho que transformam uma pessoa e, eu, serei uma ferramenta para transformar vidas, agora pela Embelleze”.


Imaculada, que está com a agenda repleta de eventos e participações em programas, diz que está empolgada com essa nova oportunidade, e já é presença confirmada em um evento da Embelleze, que terá, inclusive, um show com Luan Santana.

A atriz e cantora sertaneja Priscilla Campos acompanhou o ensaio fotográfico “Smash The Cake” que sua filhinha Maitê fez pelas lentes da fotografa, Thais Galardi que ficou impressionada com a desenvoltura da pequena que irá completar um aninho no próximo dia 13 na Folia Kids em Itaipu.

Maitê esmagou o bolo com uma facilidade deixando todos do estúdio impressionado com a performance da bebê que arrasou, muito esperta ela conquista a todos onde chega, com toda essa simpatia já foi convidada para fazer alguns trabalhos de publicidade.

Fotos: Thais Galardi

Mariane Pansiera e Jeferson Gonçalves, Miss e Mister São Paulo 2019, foram eleitos em Limeira



A mulher e o homem mais belos do Estado de São Paulo foram eleitos nesta semana em Limeira, interior paulista.

A pedagoga Mariane Pansiera de Lima,moradora de Santa Bárbara d’Oeste, com apenas 23 anos de idade, foi eleita a Miss São Paulo 2019. “Com o título, por eu ser pedadoga, estarei apoiando e ajudando as crianças com necessidades especiais, pois sei a dificuldade em que se encontra a falta de apoio e tratamento especializado para todas elas. Quero usar este título para evidenciar e chamar a atenção da sociedade para a importância de ajudar um ao outro.” diz a eleita emocionada.

Já o engenheiro elétrico Jeferson Gonçalves, morador de Americana, com 26 anos de idade, foi eleito o Mister São Paulo 2019. “Pretendo usar meu título para apoiar instituições de caridade em campanhas de solidariedade e arrecadações, usando minha influências para conquistar melhores resultados em colaborações, sendo assim possível conquistar melhores estruturas para apoiar e ajudar as pessoas que mais necessitam em nosso estado. Vou representar bem nosso estado de São Paulo e se tudo der certo, conquistar o título nacional para nós.” afirma o eleito.

O concurso aconteceu em Limeira e contou com mais de 40 candidatos de todos estados. Na platéia estavam diversos prefeitos, vereadores, secretários de municípios e influenciadores, jornalistas de diversas emissoras e portais, além do público em geral que fizeram o evento ser grandioso.

A fase nacional do concurso Miss e Mister Brasil ocorrerá dia 16 de dezembro em São Paulo. Criado em 1932, o concurso de beleza é organizado pelo Sindicato Nacional Pró-Beleza.

Além da faixa e da coroa, os vencedores dos estaduais do concurso Miss e Mister Brasil participam do projeto social Beleza do Bem que é responsável por atender mais de 8 mil crianças carentes por todo estado. Como embaixadores da beleza, eles devem visitar escolas, creches, asilos e promover a “Beleza do Bem”.

Confira algumas fotos tiradas pelos fotógrafos Jonathas Barroso e Mônica Zane:

Saiba mais sobre o Miss e Mister Brasil através do Instagram: instagram.com/missemisterbrasil



Ana Eliza Bussolo relata período de depressão através do Instagram

Na última semana, a atriz Ana Eliza Bussolo utilizou as redes sociais para relatar um estado de depressão que a atriz se encontrou nos últimos dias.

Aos 15 anos, Ana atendeu ao pedido dos seguidores deixando alguns stories nos destaques do perfil: “Muita gente me pede para contar nos directs”. Confira: https://www.instagram.com/anaaaeliza/

Ana Eliza Bussolo e Aretuza Lovi trocam mensagens em rede social

De fã para ídolo! “Socorro” foi a expressão usada pela atriz Ana Eliza Bussolo nessa última quarta-feira, 11/09, ao receber uma foto de sua ídola, a drag queen Aretuza Lovi através do Instagram.

Bussolo já tinha ido a um Parada LGBT na cidade de Floripa, onde havia assistido uma apresentação da cantora, que conta que a música da artista a ajudou a sair da depressão: “Eu amei ter ido na Parada LGBT, aqui em Floripa, todo tem que ter respeito com as pessoas LGBT, mesmo não gostando…, todos são iguais. Quando eu vi a Aretuza Lovi no palco, fiquei surtando, as músicas dela me tiraram da depressão e também fiquei feliz que no dia seguinte ela me respondeu no Direct. Só tenho que agradecer ela por tudo. ”

A ex-atriz do SBT teve um caso de depressão alguns dias atrás e relatou o momento através de uma sequência de stories em seu perfil na rede social.

Tirulipa, Rita Cadillac, Celso Zucatelli, Reinaldinho da Bahia e Sonia Abrão marcam presença em evento no Grande ABC

A 21ª Convenção Nacional Sono Quality reuniu dezenas de celebridades e mais de 500 colaboradores

Aconteceu no último final de semana em São Bernardo do Campo, região do Grande ABC, a 21ª Convenção Nacional Sono Quality. Com o tema “Volta ao mundo”, o palco do CENFORPE contou com diversas atrações, homenagens e interações que envolveram um grande número de colaboradores e convidados.


No seu primeiro dia, o evento contou com palestras focadas em vendas e prospecção. Ciro Bottini, um dos maiores nomes em vendas do Brasil, apresentou aos convidados uma palestra voltada para a área de vendas. Já o conselheiro empresarial e mentor de empresários e gestores comerciais, Marcelo Caetano palestrou sobre prospecção.


Um dos momentos mais emocionantes da Convenção foi à apresentação do Coral Cordeirinhos de Deus formado por crianças carentes da Igreja Evangélica Arca da Aliança do Jd. Canhema em Diadema apresentou ao público uma versão da canção conhecida mundialmente “We are the World”.


Na condução do evento, um dos nomes mais respeitados do jornalismo nacional, Fatima Turci ex-apresentadora da Record News e jornalista do grupo Estado de São Paulo, foi a Mestre de Cerimônias. O segundo dia do evento teve início com uma palestra motivacional realizada pelo empresário, palestrante e autor de best seller Roberto Shinyashiki.


Passaram pelo palco da convenção celebridades como Sonia Abrão, Dalcides Biscalquin (Rede Vida), Celso Zucatelli, e os chefes em ação Leonardo Roncon e Fernando de Oliveira falando da importância da empresa do Grande ABC na economia nacional. Para premiar a equipe com maior número de vendas, Rita Cadillac subiu ao palco com o troféu para os vencedores, exibindo sensualidade e mostrando o que “é bom para o moral”.


A tarde teve início com o show de StandUp Comedy do comediante Tirulipa, que durante 90 minutos fez os mais de 500 convidados rirem do começo ao fim. “Um dos maiores nomes do humor no Brasil, no palco da nossa festa. É um orgulho muito grande ver esta festa linda, de uma empresa do Grande ABC para o mundo”, comentou emocionado Ricardo Eloi, presidente da empresa.


Grupos de dança folclórica Chinesa e Africana se apresentaram, remetendo os convidados ao tema principal da convenção. Para fechar com chave de ouro e enaltecer a cultura brasileira, o cantor Reinaldinho da Bahia que fez parte do grupo Terra Samba também subiu ao palco para embalar a todos com os clássicos, “Liberar Geral”, “We are Carnaval”, “Carrinho de mão” entre tantos outros hits.


A próxima Convenção já tem data marcada, será nos dias 09 e 10 de janeiro de 2020.

Confira algumas das fotos:

Conheça Laís Gomes a slimer número 1 do Brasil

O que motivou a blogueira mirim a se aprofundar no universo “slime” foi o bulling sofrido na escola.

O mercado do slime, um tipo de massa de modelar que pode ser enfeitada com diferentes cores e purpurinas, não mostra sinais de que vá perder seu apelo grudento entre as crianças. “Artesãos” de slime no YouTube, por exemplo, ganham status de celebridade – com alguns conquistando centenas de milhares de seguidores. 

Laís Gomes tem apenas 13 anos de idade e é considerada a slimer número 1 do Brasil. Com milhares de seguidores, vídeos bombando semanalmente nas redes e no canal oficial da adolescente, a jovem dedica sua jornada diária entre o colégio, as atividades extra curriculares e a paixão ao universo slimer. Além de gravar vídeos para o seu canal Power Slimes by Laís, hoje com mais de 16 mil inscritos, ela também organiza festas onde ensina outras crianças a fazer e personalizar seus próprios slimes em casa. Parte de seu sucesso é creditado aos seus mais de 46 mil seguidores no Instagram. 

Mas nem tudo foram flores coloridas no caminho de Lais. A imersão ao mundo slimes, deu-se por conta do apoio que a mãe e empresária Andréia Gomes deu a filha no momento que ela descobriu que sofria bulling na escola. Sempre estudiosa e de frente para a vida, a jovem estudante, fala fluentemente quatro idiomas (alemão, inglês, espanhol e portugês) e dedica-se também a construção da marca Power Slimes, no shopping Morumbi Tower, onde possui a mega store da loja. 

Mais do que uma massa de modelar colorida, os slimes possuem propriedades psicologicas (estimulando o lúdico e o desenvolvimento cognitivo) dos clientes, propriedades pedagógicas (como deixar a criança mais tempo sem o uso do celular e trabalhar a criação em grupo e a interatividade coletiva) entre outros.

Laís Gomes é uma empreendedora nata, hoje capitaliza recursos com os workshopps que realiza na Power Slimes, grava os vídeos e ainda se prepara para os encontros com os seguidores em todo o país. “O Slime ajudou muito minha filha, de vítima de bulling para uma grande empreendedora. Hoje ela ministra as palestras e participa de presença VIP em todo o Brasil.” comenta a mãe e administradora da carreira e das empresas Andrea Gomes. 

Lais pode ser considerada a mais jovem empresária do Brasil,visto que as lojas Power Slimes levam muito de sua essencia e clientes que assistem seus videos em seu canal na internet. Abdicar dias de lazer para ensinar crianças, não é uma dificuldade para a youtuber, que não abre mão dos estudos e consegue conciliar tudo com harmonia.  Dezenas de celebridades usam seus produtos e seguem as suas dicas especiais. 

No último final de semana, a youtuber recebeu na Power Slimes no Shopping Morumbi, centenas de crianças e adolescentes, onde realizou mais um workshopp. 

www.powerslimes.com.br

Projeto Político Militar ganha notoriedade e Seminário agendado para Outubro

O Projeto Político Militar (PPM), surgido no Espírito Santo e que rapidamente tem emergido nas notícias recentes, em razão do aproximar das eleições de 2020, apresentou nesta semana, em 02 de setembro, as diretrizes que nortearão a escolha dos pré-candidatos a Prefeito e Vereador no ES que serão apoiados pelo Projeto. A iniciativa é de todas as associações da classe militar no ES: ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo), ASSES (Associação de SubTenentes e Sargentos da PM e BM do Espírito Santo), ASPOMIRES (Associação dos Militares da Reserva, Reformados, da Ativa da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar e Pensionistas de Militares do Estado do Espírito Santo), ABMES (Associação dos Bombeiros Militares do Espírito Santo) e ASSOMES (Associação dos Oficiais Militares do Espírito Santo).

Segundo o Presidente do PPM, Tenente Coronel Wagner, cada uma das cinco associações indica dois representantes para formar a diretoria do Projeto, que também conta com um consultor e estrategista externo para acrescentar um olhar de uma perspectiva política, técnica e civil às propostas e planos que irão desenvolver. A representatividade das associações não se confunde com uma pauta classista, mantida pelas associações de forma independente das aspirações do PPM, tampouco ideológica ou politicamente alinhada com um partido específico. O Presidente do PPM nega a participação de qualquer político como responsável pela organização ou qualquer vínculo de influência, nem dependência, com figuras ou partidos políticos existentes. A recente expansão dos militares no cenário político nacional e estadual não torna aqueles que foram eleitos ou que se destacaram nas eleições patronos ou atrelados ao Projeto exposto pelas associações da classe militar. O movimento é apartidário porque é compreensivo, parte dos militares, mas é feito para toda a sociedade, com vista a contemplar sua diversidade e, especialmente, os seus valores mais importantes.

Nisso se destaca o argumento de que não acreditam que “tiro, porrada e bomba” resolvam os desafios da segurança pública e colocam esta bandeira ao lado da bandeira da qualidade de vida. Nesta linha, o Projeto pretende encampar com os políticos que conseguir eleger ações estratégicas que fazem uso da sua experiência atendendo o público em suas horas de maior necessidade e agir conforme o anseio da sociedade, que prometem ouvir sem filtros ideológicos.

Vários políticos demonstraram interesse no apoio dessa iniciativa e estão abertas inscrições para obter este apoio até 05 de outubro, na sede da ASPOMIRES, quando será realizado um seminário para discutir os próximos passos do Projeto e a organização de plebiscitos para confirmar pré-candidatos, conforme as diretrizes que já apresentaram. O PPM não exclui a participação de civis, mas anunciou sua preferência por cidadãos emersos da sua classe em razão dos valores em que confiam na sua formação, na disciplina, experiência e disposição inata de sacrifício pelo bem público. Aqueles militares que já têm mandato ou já tiveram mandato, seja lá de que partido vierem, poderão ser incluídos nas aspirações do PPM, desde que estejam de acordo com suas diretrizes e estratégias.

Com viés social, fórum debate, em São Paulo, jornalismo que cria laços, com presença de executivos do Google, Twitter e Facebook

“Os jornalistas atingem milhões de pessoas e podem fazer a diferença na sociedade “, explicou Tatiana Caneloi, gerente de marketing e comunicação da Casa Hope, no final do Fórum de Jornalismo Regional e Comunitário, realizado no início do mês, ao comentar a importância da participação da entidade no evento. “Apresentar aos formadores de opinião a causa do apoio biopsicossocial às crianças e jovens com câncer foi uma oportunidade especial e ficamos sensibilizados com a acolhida dos participantes”, completou a executiva da entidade que recebeu 300 quilos de produtos não perecíveis, da lista de necessidades da entidade, como alimentos e fraldas, que valiam como ingresso.

Promovido pela plataforma Negócios da Comunicação e pelo Cecom – Centro de Estudos da Comunicação, o evento ocorreu na Unibes Cultural, com a presença de cerca de 370 pessoas. O 2º Fórum de Jornalismo Regional e Comunitário teve a participação de marcasse nomes conhecidos da imprensa, da comunicação digital e do setor público e debateu A Comunicação que cria laços, focando nas práticas jornalísticas com viés social.

Durante um dia inteiro, editores e repórteres de veículos de comunicação, blogueiros, influenciadores digitais e comunicadores em geral puderam conhecer e debater as melhores práticas e plataformas para se produzir e disseminar um jornalismo engajado. Representantes do Facebook, Twitter e Google ensinaram as melhores formas de usar essas plataformas para divulgar notícias e torná-las relevantes em seus segmentos. Representantes da sociedade civil também apresentaram inciativas da prática de jornalismo cidadão, com projetos da periferia da cidade, e outros especialmente voltados para a realidade no interior do Estado.

Os executivos destacaram que boa parte dos veículos de imprensa ainda não usa todos os recursos disponíveis nas novas plataformas para tornar o jornalismo mais dinâmico e as relações com seus públicos mais engajadas. Com isso, é possível acreditar que o negócio possa se reinventar e manter-se imprescindível e sustentável.

Participaram do evento vários jornalistas que deram suas contribuições a partir de temas bem atuais. Entre eles, destacam-se Carlos Aros, diretor de Conteúdo da Jovem Pan News; André Azeredo, apresentador do SP no Ar, da Record TV; Cíntia Moreira Gomes, cofundadora e editora da Agência Mural da Periferia; Aline Origuela, gerente de Jornalismo da TV Tem Sorocaba; Aline Pagnan, coordenadora das edições online do Jornal da Região, de Jundiaí; Ana Maria Coluccio, editora do jornal São Paulo Zona Sul; Filomena Salemme, especialista em podcast e professora; Jeferson Martinho, diretor do Portal Visão Oeste, de Osasco; e Ubirajara de Oliveira, fundador e publisher do Jornal da Gente.

Tatiana Caneloi, da Casa Hope, agradece doações feitas durante o Fórum de Jornalismo na Unibes Cultural. Foto: Egydio Zuanazzi / Negócios da Comunicação

O evento também contou com executivos que apresentaram as tendências do setor, entre os quais Gustavo Poloni, diretor de parceiras de notícias do Twitter para a América Latina; Maíra Carvalho, gerente de parcerias estratégicas de mídia do Facebook; Rafael Corrêa, Head de Comunicação do Google Brasil; João Jabbour, diretor de redação do Grupo Cidade – Jornal da Cidade de Bauru, o JCNet e a rádio 96FM; Marcelo Santos de Moraes, professor da Faculdade Cásper Líbero e consultor; e José Carlos da Rocha, presidente do Fórum Democracia na Comunicação.

Entre os educadores e autoridades convidadas, o Fórum recebeu Carlos Costa, professor do Programa de Mestrado em Comunicação da Cásper Líbero; Marco Antônio Sabino de Souza, secretário Especial de Comunicação da Prefeitura da Cidade de São Paulo; José Geraldo de Oliveira, professor da Unip e consultor da TV Cultura; Cleber Mata, secretário de Estado da Comunicação do Governo do Estado de São Paulo; e Antônio Assiz, coordenador do curso de Jornalismo da Universidade Cruzeiro do Sul e sócio da produtora de vídeo Aramá Comunicações.

O evento foi encerrado com uma palestra de Eugênio Bucci, jornalista e professor titular da ECA-USP, sobre o tema Por que o Brasil precisa da imprensa – mais do que nunca e, contou, ainda, com uma homenagem à Associação Nacional de jornais, ANJ, pelos seus 40 anos de fundação.

INSTITUCIONAL CASA HOPE
Entidade 100% filantrópica, a Casa Hope apoia crianças e adolescentes no tratamento do câncer e transplantados de medula óssea, fígado e rins. A entidade oferece gratuitamente apoio para melhorar as condições físicas, psicológicas, sociais e educacionais visando a garantir a continuidade dos atendimentos de apoio durante o tratamento. Criada em 1996 por Claudia Bonfiglioli e pela advogada Patrícia Thompson, a Casa Hope está instalada hoje, em sede própria, no Planalto Paulista, Zona Sul de São Paulo, com 198 leitos
Atualmente, a entidade realiza eventos comemorativos e ações com a comunidade local para levantar recursos. Nessas ações, a participação dos voluntários é fundamental para o sucesso da empreitada. Levantar recursos é um dos desafios da Casa Hope, ao lado do acolhimento dos pacientes e famílias que lutam contra uma das doenças mais cruéis que atingem milhares de crianças e adolescentes no País.

Visite o site da Casa Hope – www.hope.org.br.
Endereço: Alameda dos Guainumbis, 1027, Planalto Paulista.
Tel.: 11 5056.9700.

“O Brasil está voltando ao tempo da censura?” por Luca Moreira

Parece que na Bienal do Livro desse ano, a literatura e a exposição positiva a cultura não foi o que prevaleceu nessa última sexta-feira, do dia 06 de setembro. O atual prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, tomou as manchetes dos principais jornais do Brasil quando passou a associar as representações LGBT como pornografia. Livros como o best-saller “Com Amor, Simon” da autora americana Becky Albertalli, foram cassados por fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública, sendo classificados como conteúdo impróprio para menores.

Segundo o prefeito, ele afirmou em um vídeo publicado em seu Twitter, que obras assim precisaram estar embalados em um plástico preto lacrado e indicando explicitamente o seu conteúdo do lado de fora: “Pessoal, precisamos proteger as nossas crianças. Por isso, determinamos que os organizadores da Bienal recolhessem os livros com conteúdo impróprios para menores. Não é correto que elas tenham acesso precoce a assuntos que não estão de acordo com suas idades.”

O assunto comoveu muitas pessoas, e inclusive editoras, que como o caso da Intrinesca e a Todavia, que disse em um depoimento nas suas redes sociais que essa atitude remete a uma era sóbria da nossa história, e afirmou que continuaram vendendo os seus livros com o propósito de exprimirem uma visão plural do mundo.

A situação não parou apenas no Riocentro, pois diversas figuras públicas como o youtuber Felipe Neto e o ator Rodrigo Tardelli também se manifestaram conta o acontecimento. Felipe publicou um vídeo através de seu canal informando a compra de cerca de 14 mil livros sobre essa temática e realizou no dia seguinte uma distribuição gratuita de diversos títulos durante o evento.

Para o ator Rodrigo Tardelli, um dos donos da Ponto Ação Produções, uma produtora independente de web séries e que tratam desse assunto, diz que as pessoas precisam ter acesso a esse conteúdo para que possam entender que essa comunidade só que ter respeito assim como todas: “Eu trabalho muito com o público LGBTQI+ por conta de web séries que já atuei e produzi, sei da importância da representatividade e do quanto as pessoas precisam ter acesso a isso e entender melhor que amor é amor, que a comunidade só quer respeito como qualquer ser humano, um beijo entre homens é normal, homens se amares é normal, são seres humanos, essa repressão é absurda, isso não vai parar as pessoas, quem faz o mundo são as pessoas, a sociedade, isso não vai parar. Atitudes como as do Felipe Neto são coisas que me faz acreditar na humanidade e que atitudes preconceituosas e ultrapassadas assim não terão vez, apesar da tristeza de saber que isso existe e mais triste ainda de ser algo levantados pelos nossos  governantes em atos tão infelizes, há muito mais com o que se preocupar no estado e no país que um livro LGBTQI+.” E você, acha que a censura cultura está retornando ao Brasil, como na época da ditadura militar nos anos 70?

Sobre Luca Moreira:

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista. Fundado em dezembro de 2017 e lançado em janeiro de 2018, após o ano novo, o site Luca Moreira, estilizado apenas como “LM”, foi o ponto alto onde tudo passou a se desenrolar e o primeiro projeto original e criado por conta própria. No início, ele foi pensado apenas para ser um formato de sites de entrevistas somente, seguindo o conceito do blog CJ Martim em São Paulo, mais para manter o público crescendo, o projeto teve de se expandir e buscar parcerias. Hoje em dia, o site também tem função pessoal em poder aplicar as técnicas que foi desenvolvendo na faculdade.

Em março de 2018, ingressou na Universidade Estácio de Sá no curso de publicidade e propaganda, trocando posteriormente por jornalismo, onde passou a redigir para o Núcleo de Comunicação da unidade, integrando uma equipe de 9 estudantes na redação da versão impressa do jornal “Estaciente”, sendo orientado pelos mestres Gutenberg Barbosa, Aline Novaes e Marco Aurélio Reis.