Noite de Carnaval na Lapa

“Samba Tá com Tempo” leva o clima dos blocos ao Palco Lapa 145

A roda de samba com pitadas de charme que agita as ruas do Centro do Rio e os blocos chega à Lapa para promover um carnaval fora de época. O “Samba Tá com Tempo” completa dois anos e inicia temporada no Centro Cultural Palco Lapa 145, sempre na primeira sexta-feira do mês. O fervo começa no dia 3 de janeiro, a partir das 22h.       

O Samba Tá com Tempo faz um passeio pela história do samba cantando clássicos dos seus primórdios até os dias de hoje. Nos intervalos e depois do batuque, o DJ Goranmo comanda as carrapetas e o baile charme toma a pista. A entrada é franca até a meia-noite e após, R$ 5.

Criado pela cantora Rosângela Si, o Palco Lapa 145 abre as portas com o intuito de ser uma casa dos artistas e seus movimentos. Com uma programação eclética, o casarão do final do século XIX está totalmente antenado com o nosso tempo, abraçando a diversidade e as manifestações artísticas em estado puro com festivais, shows, exposições, saraus, gastronomia, rodas de samba, rap e hip-hop e oficinas de dança e iniciação musical.

– Somos a casa da diversidade e da cultura, sempre aberta a todos que queiram mostrar o seu talento e, é claro, para quem está ávido a curtir e descobrir a cena carioca das artes muito além do mainstream – ressalta a fundadora.

A casa fica na Rua da Lapa, 145. Mais informações pelo telefone (21) 98231-0108 ou pelo site www.palcolapa145.com.br

Serviço: 

Samba Tá com Tempo – Dois Anos

Data: 03 de janeiro, sexta-feira

Início do Show: 22h

Entrada:

Entrada franca até a meia-noite

R$ 5,00 após a meia-noite

Local: Palco Lapa 145

Endereço: Rua da Lapa, 145, Centro.

Mais informações: 

www.palcolapa145.com.brwww.facebook.com/events/486555748666972/

Palco da diversidade

Palco Lapa 145 recebe shows de jazz, samba, bossa nova e pop alternativo 

Criado pela cantora Rosângela Si, o Palco Lapa 145 abre as portas com o intuito de ser uma casa dos artistas e seus movimentos no bairro mais boêmio do Rio de Janeiro, a Lapa,. Com uma programação eclética, o casarão do final do século XIX está totalmente antenado com o nosso tempo, abraçando a diversidade e as manifestações artísticas em estado puro com festivais, shows, exposições, saraus, gastronomia, rodas de samba, rap e hip-hop e oficinas de dança e iniciação musical. “Somos a casa da diversidade e da cultura, sempre aberta a todos que queiram mostrar o seu talento e, é claro, para quem está ávido a curtir e descobrir a cena carioca das artes muito além do mainstream”, ressalta a fundadora.  

Confira a programação da casa:

Quinta-feira, dia 19 de dezembro, às 21h – Park Experimental

Yumi Park é uma cantora coreana radicada no Brasil desde 1994. O seu trabalho é permeado por nomes do jazz e da bossa nova, como Tom Jobim, Gal Costa, Nara Leão, Elis Regina, Leny Andrade, Marcos Valle, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, Dee Dee Bridgewater,  Bobby Mcferrin, Esperanza Spalding, Youn Sun Nah, entre outros. Ela estreia o projeto “Park Experimental”, que tem o objetivo de um ensaio aberto produzindo um som experimental com convidados especiais da cena musical carioca. O evento começa às 21h e a entrada é uma contribuição consciente.

Sexta-feira, dia 20 de dezembro, às 20h – Show de Joice Taciana & o pianista Dilson Nascimento

Cantora e compositora, Joice Taciana integra a nova geração da MPB e, em pouco tempo de carreira, já conquistou admiradores ilustres, como Chico Buarque, Carlos Dafé, Jorge Aragão, maestro João Carlos Martins, Teresa Cristina, Monarco, Arlindo Cruz e Moacyr Luz, com o seu estilo único de interpretação, tanto do seu trabalho autoral quanto de clássicos da nossa música. Com o pianista Dilson Nascimento, Joice desfila o seu talento pelo samba, bossa nova, MPB e Jazz. Essa edição homenageia Dilson, que faz aniversário, e contará com diversas participações especiais, como a dos alunos da Escola de Música Villa-Lobos. O evento começa às 20h e a entrada custa R$ 15,00.

Sábado, dia 21 de dezembro, às 21h – Naviloca

NAVILOCA é uma banda experimental que incorpora em seus arranjos acústicos estilos como o trap, o boombap e o pop rock, além de uma temática emocional, sensual, bem-humorada e descontraída. Buscando conexões contemporâneas nas suas composições autorais, une letras em português e inglês, e foge da norma unindo o beat-box ao cajón, instrumento de percussão com origem no Peru colonial. O show da banda, formada a partir do coletivo de artistas Sercópia, passa a integrar a programação do Palco Lapa 145 sempre no terceiro sábado de cada mês. O evento começa às 21h e a entrada custa R$ 10,00.

O Palco Lapa fica na Rua da Lapa, 145. Mais informações pelo telefone (21) 98231-0108 ou pelo site www.palcolapa145.com.br